Lean Six Sigma e suas etapas DMAIC!

DMAIC, segunda etapa: medir

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Tempo de leitura: 3 minutos

Como otimizar a análise quantitativa de informações com a metodologia DMAIC? Dando sequência à nossa série de posts sobre o DMAIC, baseado no Lean Six Sigma, chegamos à segunda etapa da ferramenta, denominada measure (medir, no português).

Nessa fase do DMAIC, o objetivo é ter as informações e dados necessários para que se possa mapear os processos. Vale lembrar que os processos relevantes são aqueles que têm impacto direto na entrega do produto ou serviço final para o cliente.  Sim, não é sempre o lado financeiro é levado prioritariamente em conta, mas na maioria das vezes esse É SIM o caso, e esse, É o foco aqui em pauta.

É importante que não se confunda essa etapa do measure (medir) com a etapa inicial do DMAIC, que é o define (definir)O primeiro possui a proposta de se definir o que será entregue ao cliente, definição de lideranças e quais serão os meios iniciais para isso. Já o medir procura realizar um mapeamento geral referente aos recursos empregados, bem como na capacidade de produção e na qualidade da mão de obra disponível para isso.

Em uma empresa de fast food, por exemplo. Na primeira etapa, define-se com a equipe os padrões que se busca. Melhoria do tempo de entrega dos lanches, do processo de preparo e da manutenção dos condimentos. Já na segunda etapa, vamos medir, por meio da metodologia aplicada, os custos atuais do processo. O que tem falhado no alcance das metas? Por que estão vendendo mais lanches pequenos e menos lanches combo? Nessa fase, é feita a definição dos números do processo.

Lean Six Sigma e a força do DMAIC!

Ferramenta na prática

measure deve ser, de preferência, realizado em cima de um plano de coleta de dados. Nele se indicam os recursos prioritários, as características do produto final que deverão estar em constante monitoramento durante a fase de produção e a confiabilidade de todos os dados utilizados.

Por fim, recomenda-se utilizar o Diagrama de Pareto (entre outras…) nesta etapa do DMAIC. A ferramenta permite que as equipes responsáveis possam medir com eficiência a quantidade e o nível de prioridades. Esse diagrama baseia-se em auferir a frequência de ocorrências negativas ao padrão de qualidade, ordenando-as do maior para o menor. Ele permite que as equipes possam identificar rapidamente a falha existente durante a etapa de produção. Assim, se otimiza o tempo de resolução dos problemas existentes.

measure é uma parte vital da metodologia DMAIC, que deve ser executado com cuidado e precisão nos dados coletados. O uso do Big Data para armazenamento e análise das informações vem acelerando esse processo, principalmente nas grandes multinacionais que usam o Lean Six Sigma para atingir a Excelência Operacional. Contudo, ainda mais importante que o tempo, é o cuidado. Dados equivocados podem comprometer todas as etapas seguintes às analises quantitativas realizadas. A segurança contida nas informações é primordial.

No próximo post da série, será abordada a terceira parte do DMAIC, que é analyze (analisar). Até lá!

Tem curiosidade sobre o Lean Six Sigma e quer alcançar a Excelência Operacional no agronegócio? Fale com a gente e siga nossos posts no Facebook.

Já baixou nosso e-book sobre: Digital Transformation ?

Edição: Svendla Chaves – jornalista

Imagens: Andreas/Pixabay

About Otávio Monsanto de Paula

Profissional de Excelência Operacional e Business Intelligence! Blog: Excelência em Pauta.com.br
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar