Estratégia de BI deve estar alinhada à gestão da empresa

10 dicas para sua estratégia de BI

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Tempo de leitura: 4 minutos

Estudo da Gartner apontou que 60% dos projetos de Big Data iriam falhar e ser abandonados entre 2015 e 2017. Sua empresa caiu nessa previsão? O retorno não tem sido como esperado? Na maior parte dos casos, as falhas se dão pela falta de planejamento adequado de business intelligence. A estratégia de BI deve incluir não apenas a aquisição de ferramentas, e sim contemplar efetiva mudança na cultura corporativa.

O objetivo da estratégia de BI vai muito além de simplesmente coletar e processar dados. Essas atividades são apenas o caminho para que se obtenha uma visão abrangente do negócio, que oportunize a criação de conhecimento capaz de direcionar decisões. É comum que empresas associem BI à equipe de TI – embora esses profissionais sejam essenciais, estrategicamente não isso é suficiente. Para que a análise de dados proporcione maior produtividade e desempenho, diminuindo custos, é preciso que esteja vinculada à gestão.

Alguns fatores podem indicar que falta estratégia de BI em sua empresa:

  • A qualidade dos dados ainda é um desafio.
  • O sistema não permite que os usuários obtenham os relatórios que precisam.
  • Os usuários esquecem como usar as ferramentas de BI.
  • O desenvolvimento de novas áreas temáticas é muito lento.
  • Os usuários ainda usam o Excel para personalizar seus relatórios.
  • O foco está em ferramentas e não em estratégia.
  • A estratégia de BI está vinculada a uma área específica (TI, marketing) e não é alinhada à gestão.

Para destacar as melhores práticas em estratégia de BI, fizemos uma lista com dez aspectos que devem ser considerados no planejamento e na prática da análise de dados.

Tenha em conta que BI pode beneficiar qualquer negócio

Os benefícios de operar com business intelligence e Analytics não estão restritos às empresas de grande porte. Pequenos negócios podem iniciar suas atividades com serviços oferecidos em nuvem, buscando a customização quando houver volume suficiente de informações. E orçamento disponível, é claro. Áreas como o setor educacional, por exemplo, encontraram seu nicho para obter vantagens com BI, especialmente em educação a distância. Várias oportunidades podem surgir de análises preditivas: o importante é identificar qual encaixa no perfil de sua empresa.

Avalie a maturidade da empresa

A empresa já conta com alguma estrutura de business intelligence? Quais os resultados obtidos até então? Quais as dificuldades encontradas? Já existe cultura orientada por dados na organização? Essas são perguntas vitais para (re)definir a estratégia de BI. Para auxiliar na avaliação do negócio nesse aspecto, podem ser usados modelos de maturidade de BI oferecidos por diversas fontes, como The Data Warehouse Institute.

Alinhe a estratégia de BI à gestão do negócio

O aspecto fundamental para que a estratégia de BI ofereça retorno efetivo é que seja elaborada em linha com a gestão. O planejamento estratégico da empresa e seus desdobramentos irão indicar quais os caminhos que devem ser percorridos em business intelligence. Metas quantificáveis são especialmente úteis nesse momento, já que por meio delas é possível entender quais ferramentas de BI serão necessárias. A ideia central é vincular os objetivos de BI aos objetivos da empresa, fazendo com que andem lado a lado.

Estratégia de BI deve estar integrada à gestão da empresa

Garanta o engajamento da liderança na estratégia de BI

É possível começar um projeto de BI com ferramentas econômicas e equipe reduzida, mas mais cedo ou mais tarde será necessário investir. Assim, ter o engajamento dos executivos de alto escalão é necessário para obter os resultados desejados. Nessa hora, vale reforçar que os gestores são os maiores beneficiados por uma estratégia de BI robusta. O principal ganho obtido pela cultura de dados é o suporte à tomada de decisões no negócio.

Incorpore a estratégia de BI à cultura corporativa

Se a empresa não tem cultura orientada por dados, será preciso implementá-la. Para tanto, invista em treinamento e sensibilização. Alguns colaboradores podem se sentir intimidados por tecnologias que não dominam. Torne os documentos acessíveis,  mostre às equipes as vantagens da cultura de dados em seu dia a dia.

Integre equipes

A cadeia de fornecimento de dados vai conectar diferentes áreas da empresa, por isso é importante trabalhar de forma integrada. Embora seja necessário ter uma equipe específica de BI, o trabalho também deve envolver as áreas de negócios, marketing e, claro, TI. Idealmente, as melhorias devem ser graduais, buscando de início objetivos de impacto que possam evidenciar resultados e criar confiança no grupo.

Ofereça usabilidade

Para que os sistema seja compreendido e aceito pelos colaboradores, bem como para que obtenha os melhores resultados, é preciso que ele seja desenhado considerando o comportamento do usuário. Quanto melhor a usabilidade, mais rapidamente será incorporado às rotinas da empresa. A interface deve ser simples e de fácil compreensão.

Invista em agilidade

Um projeto de BI deve atender às necessidades da empresa. Com isso, lembramos que essas necessidades podem mudar rapidamente a partir de fatores nem sempre previsíveis. Ao elaborar a estratégia de BI, tenha em conta que este não pode ser um sistema engessado e deve ter capacidade para reagir rapidamente às novas demandas. As questões comerciais ganham prioridade nessa hora, e a equipe de TI deve estar preparada para isso.

Tenha governança de dados

A governança de dados permite monitorar e proteger as informações da organização, limitando o acesso aos dados conforme seja necessário. Entre os fatores a serem considerados, estão aspectos como tomada de decisão, regulação, confidencialidade e segurança de dados. A partir disso, serão padronizados os caminhos da informação na empresa.

Considere a estratégia de BI como “work in progress”

Business intelligence é uma tecnologia em evolução. São muitas as ferramentas existentes, e muitas outras ainda devem surgir nos próximos anos. Assim, vale a pena pensar que a estratégia de BI deve atender as necessidades imediatas do negócio, mas também estar em constante atualização de acordo com a evolução desse mercado.

Tem dúvidas sobre como estabelecer uma estratégia de BI alinhada à excelência operacionalFale com a gente e siga nossos posts no Facebook.

Edição: Svendla Chaves – jornalista

Imagens: Gerd Altmann e StockSnap/Pixabay

Conquiste a
Excelência Operacional

E-book:
Business Intelligence (BI)

BAIXE AGORA

About Otávio Monsanto de Paula

Profissional de Excelência Operacional e Business Intelligence! Blog: Excelência em Pauta.com.br
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Deixe um comentário

1 Comentário em "10 dicas para sua estratégia de BI"

avatar
newest oldest most voted
trackback

[…] conceito de business intelligence associou definitivamente TI e estratégia. Ao longo dos primeiros anos deste século, a […]