Como aprimorar a liderança no chão de fábrica via Excelência Operacional

Liderando a mão de obra no chão de fábrica via Excelência Operacional

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Tempo de leitura: 4 minutos

O controle do chão de fábrica (gemba) é essencial para que qualquer empresa consiga maior lucratividade e otimização dos processos, o que inclui uma maior disponibilidade de recursos e produtividade. Porém, para que os gestores implementem novas rotinas na empresa são necessárias diversas medidas.

Para todos os negócios que visam controlar o chão de fábrica, o planejamento, a gestão da execução e a análise dos resultados por meio de relatórios são essenciais para bons resultados.

Uma informação relevante para o gestor industrial refere-se ao tempo em relação à capacidade disponível, isso porque a indústria poderá alocar melhor seus recursos, identificando novas oportunidades de negócios e maior otimização nos processos.

Um dos principais objetivos ao implementar qualquer tipo de sistema que visa a Excelência Operacional tem como foco o aumento de produtividade e consequentemente maior lucratividade.

Com isso, maior produtividade significa a relação entre produção, tempo e recursos para produzir determinado produto, o que engloba pessoas (velocidade na produção), máquinas e matéria-prima. No entanto, o grande desafio de qualquer organização industrial é unir todos esses fatores para manter a competitividade do setor.

Excelência Operacional e Liderança
Excelência Operacional para melhorar a liderança pode trazer resultados incríveis!

Para isso, é necessário engajar toda a equipe para que todos participem do processo e visem a melhoria contínua, por isso o papel do líder do chão de fábrica é de grande valia.

Neste sentido, a indústria não necessita apenas de gestores com conhecimentos técnicos e sim de líderes que consigam desenvolver e potencializar os talentos da equipe, a fim de engajá-los no projeto, com o objetivo de uma produção mais eficaz, dentro das políticas de qualidade.

E quais as características desejáveis em bons líderes?

  • Conhecimento técnico
  • Conhecimento do negócio
  • Capacidade de liderança

O filme “Tempos Modernos” do cineasta Charlie Chaplin é um ótimo exemplo que mostra como o operário tenta sobreviver em meio a revolução industrial, onde as engrenagens e peças funcionarão apenas por meio da capacitação das pessoas.

O papel do líder é apoiar o desenvolvimento dessas competências e instruí-los com melhorias na condução do trabalho, por meio de treinamentos e envolvimento na solução de problemas.

Ao longo dos anos diferentes metodologias foram incorporadas as empresas, visando o aumento de produtividade com qualidade, como por exemplo: PDCA; Six Sigma; Lean dentre outros. Com isso a Excelência Operacional expandiu e ganhou novos horizontes como no ramo da agricultura, construção civil, mercado financeiro e terceiro setor.

Como aprimorar os processos com Excelência Operacional?

O que torna uma empresa mais produtiva?

  • Planejamento x Risco: ser transparente nas tomadas de decisões e compartilha-las com todos os colaboradores;
  • Melhoria dos Processos: incentivar a equipa a buscar a melhoria contínua e não ficar apenas na gestão da rotina;
  • Tecnologia: o investimento na tecnologia é fundamental para a otimização dos processos, aumentando a performance e inovação perante ao mercado;
  • Gestão orçamentária: o comprometimento com o orçamento é extremamente importante para manter a produtividade da organização;
  • Pessoas: a capacitação dos funcionários é de extrema importância para o desenvolvimento técnico e de competências gerenciais.

Há diversas empresas que fazem o uso da Excelência Operacional para ser um grande player de mercado, alguns exemplos:

  • Atendimento ao consumidor: empresas que focam na entrega de soluções completas por meio de um relacionamento próximo com o cliente, empresas como Itaú Personalité e Pão de Açúcar.
  • Líder de produto: empresas que focam em produtos que buscam unir tecnologia, design, marca, funcionalidades e preço, como Nike e Brastemp.
  • Produção em escala: empresas que focam no pilar qualidade, funcionalidade e preço como Zara e McDonald’s. Ambas as empresas são globais e disponibilizam o mesmo serviço em qualquer lugar do mundo, onde há processos bem estruturados com serviços customizados se adequando as necessidades de mercado.

Gemba: 10 questões fundamentais

Veja no infográfico abaixo desenvolvido pela TRACC 10 questões fundamentais para entender alguns conceitos do gemba. Responder a estas questões pode te ajudar a definir processos de melhorias para alcançar a Excelência Operacional em diversos setores da sua empresa.

Gemba: 10 Questões importantes (Infográfico)
Gemba: 10 Questões importantes (Infográfico)

A Excelência Operacional é um dos itens fundamentais para a otimização dos processos e maior lucratividade. Quer saber maisEntre em contato, terei o maior prazer em ajudar 🙂

Edição: Fernanda Toyomoto – Jornalista

About Otávio Monsanto de Paula

Profissional de Excelência Operacional e Business Intelligence! Blog: Excelência em Pauta.com.br
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Deixe um comentário

1 Comentário em "Liderando a mão de obra no chão de fábrica via Excelência Operacional"

avatar
newest oldest most voted
trackback

[…] o que se faz e saber como é feito são atributos necessários a um bom líder. Já falamos aqui sobre a importância de que o gestor vá ao gemba (chão de fábrica). Isso propicia que compreenda os pontos fortes e fracos da equipe, que domine […]