Supply-Chain-Management-e-Business-Intelligence

Supply Chain Management (SCM) e BI

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Tempo de leitura: 6 minutos

Hoje muita gente discute como é a melhor forma de gerenciar o Supply Chain (Supply Chain Management – SCM) e Business Intelligence (BI) com a finalidade de driblar a competitividade do mercado e atender o consumidor, cada vez mais exigente. Afinal, as chances do cliente desistir do seu produto, quando não é atendido prontamente, é grande. Então o consumidor procura a concorrência que poderá estar logisticamente bem alinhada interna e externamente e conseguirá entregar o tal produto no momento certo. Daí será tarde demais para a sua empresa.

Quando me refiro a grosso modo por “concorrência logisticamente bem alinhada interna e externamente”, considero que introduzir sobre o tema desta forma talvez facilitará a compreensão de quem ainda não vivencia a experiência de Supply Chain Management  (SCM ) ou Gerenciamento da Cadeia de Abastecimento, um software que envolve  às práticas de gestão de fornecedores/fabricantes da matéria prima, passando pelos produtores de bens e serviços, distribuidores, até chegar ao consumidor final. Investir nesta tecnologia é sinônimo de alcançar a melhor relação custo/benefício, aumentar a eficiência, ampliar os lucros, reduzir custos, cativar clientes e melhorar a competitividade.

O conceito de Supply Chain Management (SCM) surgiu a partir da evolução da logística, que representa a integração interna de atividades, já o Supply Chain Management denota sua integração externa, por abranger a coordenação dos fluxos de materiais e informações aos fornecedores até chegar ao cliente.

A cada dia o consumidor está mais rigoroso, afinal, a navegação online apresenta uma gama de opções sobre a concorrência, então se dedique a alcançar melhores padrões de competitividade. Este é apenas um dos motivos para você começar a se preocupar em integrar os softwares de Supply Chain e de Business Intelligence.

Business Intelligence e SCM – identificando as falhas

Business Intelligence (BI) é um conjunto de aplicações e métodos que proporciona aos gestores uma visão integrada da organização, o que inclui também todo o gerenciamento da cadeia de abastecimento (Supply Chain Management – SCM) e controla a empresa de ponta a ponta através do processo sistemático de coletar, organizar, analisar, compartilhar e monitorar um grande volume de dados  – a partir de um conjunto de teorias, metodologias, processos, estruturas e tecnologias – que por fim nos apresenta uma gama de informações relevantes para a identificação de falhas, independente de seu tamanho e impacto, proporcionando assim uma visão global sobre como estes erros prejudicam a cadeia de suprimentos, de um modo geral, e como podemos melhorar para conquistar maior competitividade.

O artigo “Crescendo na Crise ” publicado pela Faculdade Getúlio VargasEscola de Administradores de Empresas de São Paulo (FGV-EAESP) reforça a importância de desenvolver toda cadeia de suprimentos com base em um estudo minucioso de mercado para a implantação de uma logística estratégica que torne todo o processo que envolve o gerenciamento da Cadeia de Abastecimento (Supply Chain Management – SCM) realmente eficiente. O tema não aborda diretamente ao ponto que desejamos apresentar ao leitor, porém a linha de raciocínio é praticamente a mesma: a importância de reunir todos os dados a partir de diferentes fontes sobre os departamentos da empresa.

Supply Chain e Business Intelligence, a integração.

Agilidade é uma das palavras-chave nos dias de hoje. Citarei um exemplo fictício: imagine que faltam sete dias para o aniversário de 70 anos do seu pai e você decidiu ajudar na festa, comprando uma caixa de Whisky Red LabelChegando ao empório de bebidas descobre que a mercadoria está em falta, então vai até outro ponto de venda e recebe a mesma notícia. Depois de três lugares visitados, em busca da bebida preferida do seu pai, um vendedor prestativo oferece uma garrafa de vinho francês de presente, caso você leve apenas as cinco garrafas que restaram. 

Supply Chain Management,SCM,BI,competitividade, Tentou ainda explicar que a transportadora responsável pela entrega da mercadoria estava atrasada…quis mostrar conhecimento e comentou que a caixa de whisky estaria disponível em apenas 100 dias, sendo 80 para a importação da matéria-prima, 15 para a fabricação da bebida e mais 5 dias, considerando a distribuição do produto até chegar no empório. Estranho o Red Label estar em falta em todos estes lugares ao mesmo tempo; certamente alguma falha houve com relação a logística em alguma parte do processo da cadeia de suprimento do produto, para que refletisse no consumidor final. É o que chamamos de “efeito dominó” (domino effect). Neste caso, seu pai ficaria sem o whisky preferido, então você compraria outra marca. 

Antes da Revolução industrial o cliente fazia o pedido com antecedência e aguardava o tempo estipulado pela empresa. Hoje, se a sua Cadeia de Abastecimento está ineficaz, o cliente do século 21 não espera o tempo de movimentação de todo o processo, que envolve fornecedores, fabricantes, atacadistas, varejo, enfim, até chegar em você, o consumidor. É ai que Business Intelligence (BI) faz toda diferença: as ferramentas de BI possibilitam identificar padrões de hábitos e procedimentos que ocorrem em toda a Cadeia de Abastecimento, auxiliando no entendimento sobre onde falhamos e como será possível corrigir.

A gestão da logística e do fluxo de informações em toda a cadeia permite avaliar pontos fortes e fracos de fornecimento, auxiliando a tomada de decisões que resultam na redução de custos, melhoria da qualidade do produto/serviço, ampliação de lucros, agilidade no ciclo da cadeia de suprimentos, relacionamento com o consumidor, entre outros, aumentando a competitividade da empresa frente a concorrência.

Competitividade do mercado global

Com o advento da globalização, as empresas têm investido cada vez mais em tecnologia a partir de diferentes softwares que foram programados para auxiliar o trâmite de cada departamento – através da geração de informações em formatos variados – com a finalidade de assegurar a competitividade no mercado. Na prática, os gestores estão rodeados de inúmeras informações geradas por sistemas inteligentes e independentes entre si; e o Business Intelligence proporciona uma visão geral sobre tudo na empresa, assim como também todo o processo de Gestão da Cadeia de Abastecimento (Supply Chain Management- SCM). Inclusive este é um dos temas preferidos do blog  Excelência em Pauta”.

Supply Chain Management (SCM

É significativo o problema de administrar a enorme quantidade de informações da Cadeia de Abastecimento, originadas de  fontes diferentes (fornecedores, produtores, vendedores, varejistas, atacadistas e etc), se levarmos em consideração o envolvimento de todos na demanda, produção, capacidades, estoques, fluxo de material, entre outras informações que deve ser rapidamente analisadas, para atender um mercado cada vez mais exigente. À medida que a gestão da cadeia de fornecimento simplifica e acelera cada etapa do gerenciamento da Cadeia de Abastecimento (Supply Chain – SCM), o produto/serviço chega aos consumidores com melhor preço, qualidade, entre outros atributos positivos. E cliente satisfeito volta outras vezes! Em uma Cadeia de Abastecimento mais dinâmica os parceiros são alternados ao longo de um período, sendo que cada parceiro também é aliado de outros SCs, simultaneamente.

Conclusão

Um bom gerenciamento da Cadeia de Abastecimento (Supply Chain Management – SCM) se inicia a partir da avaliação dos gastos, no modelo atual de compras, na tabela de investimentos aplicada na renovação dos contratos com fornecedores e etc. É importante entender a mudança de cenário e que a área de suprimentos hoje é responsável sim pelos resultados da empresa. Afinal, são eles que analisam os processos de compras, armazenagem e movimentação de materiais, assim como também participam da criação de métodos e processos, definindo ações para redução de custos, entre outras pautas.

Portanto, quanto maior a sinergia entre os departamentos, melhor será a negociação e planejamento de um produto e performance da empresa, com relação a concorrência. Num mercado que valoriza cada vez mais a informação, o Business Intelligence é essencial para o planejamento estratégico e as tomadas de decisão.

Não basta adquirir um software de administração da cadeia, se não alterar o modelo de gerenciamento e investir em mão de obra qualificada para colocar a sua empresa em ordem. Nenhuma tecnologia, por mais sofisticada que seja, conseguirá suprir as deficiências decorrentes da falta de diálogo e contato humano. Pense nisso!

Gostou do tema?   Continue navegando no blogExcelência em Pauta“. 

Boas!

Edição: Viviane Zanardo Lancellotti – Jornalista

Imagens: World SYNC e Field Service

About Otávio Monsanto de Paula

Profissional de Excelência Operacional e Business Intelligence! Blog: Excelência em Pauta.com.br
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Deixe um comentário

avatar