Transformando Dados em Informação

Excelência Operacional: Transformando Dados em Informação

Como transformar dados em informação com foco na excelência operacional para o seu negócio?

A gestão atual de qualquer empresa sofre o impacto da imensa quantidade de dados que é gerada. Por isso, é importante saber o que fazer com eles para transformá-los em conhecimento que traga resultados e que permita, a efetiva tomada de decisão……; proporcionando ações imediatas e mais acuradas.

Transformar dados em informação oferece “vantagem competitiva” e contribui para a excelência operacional das empresas. Saber como fazer essa mudança, é o segredo.

Mas afinal, o que são dados?

Os dados são a forma “bruta” da informação que a princípio, representa algo que não tem sentido e não colabora para a tomada de decisão. Contudo, se os mesmos forem robustos e verdadeiros (sem viés, ou intervenção de qualquer natureza), eles podem se transformar em algo valioso para a sua empresa.

Questione a sí próprio(?): os dados que obtenho (capturo) no meu negócio podem ser convertidos em informações e conhecimento?   Se a resposta for sim, saiba que eles contribuirão para a vantagem competitiva de sua empresa.

Veja um exemplo claro dessa transformação eficaz, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que coleta dados de todas as partes do Brasil e os transformam em informações, que possibilitam compreender os vários aspectos sociais, econômicos e demográficos do nosso país.

Na atualidade, com o turbilhão de dados que é gerado, parece ser impossível trazer algo concreto para solucionar os problemas. Mas saiba que há recursos que contribuem para um resultado excelente. Veja as dicas a seguir.

Conversão de dados em Informações

Faça uma análise mais profunda estatisticamente falando, manipule os dados combinando-os com outros, cheque se existe alguma relação de “causa e efeito” ou há apenas uma correlação.

Necessário se faz, inúmeras comparações para verificar se eles são, de fato, úteis, coerentes e consistentes para a tomada de decisão.

Confirme o que a teoria apresentou como resultado, com os seus clientes, valide se isso abrandaria possíveis “dores do negócio”, que eles comandam, na prática!

Por exemplo, avalie a sua resposta, no que tange a prazos de entrega em relação à localização geográfica, produto, pessoas e demandas específicas entre outros fatores junto aos clientes.

Com essas ações entre outras, é possível obter um resultado mais apurado e, desta feita, a informação se faz presente.

Talvez o fator chave seja, uma avaliação para o devido uso e a diferença que proporcionará nos objetivos e metas do seu negócio….; porém, tome cuidado com detalhes em excesso (“menos é mais”) os quais podem atrapalhar, e, no fim, não agregam o devido valor.

Além disso, a conversão de dados em informação deve ser comparada aos objetivos da sua empresa, ou seja, se eles estão sendo atingidos. Assim, se torna mais fácil identificar quaisquer possíveis e eventuais gaps (ex.: ineficiência, desperdício, gargalos, defeitos, reclamações, etc, etc) existentes, e, além disso, qual Plano de Ação para cada um Você irá estabelecer e colocar em prática.

Para isso, existem várias ferramentas, tanto de gestão como do mundo digital, que possibilitam a captura de dados mais precisos e relevantes, e ainda, contribui com a busca da excelência operacional em seu negócio: entre elas, o Lean Six Sigma e o Big Data.

Lean Six Sigma e Big Data

 O Lean Six Sigma proporciona a melhoria nos processos. É uma metodologia que se baseia em análises estatísticas com o fim de poder reduzir ou solucionar a causa raiz de um problema. Já o Big Data representa o volume de dados que a organização gera no seu dia a dia.

A combinação dessas duas ferramentas que se complementam, viabiliza a vantagem competitiva de transformação de dados em informação. Vários são os benefícios de se utilizar o Six Sigma no seu negócio, entre eles:

  • Por ser uma metodologia eficaz, ela garante mais lucro no seu empreendimento, pois viabiliza a melhora da qualidade dos produtos, além de ser possível conquistar mais a confiança dos seus clientes.
  • Usa ferramentas analíticas (com base Matemática e Estatística), garantindo a validade de todos os materiais utilizados em produtos (ex.: insumos agrícolas) e com isso, reduz a possibilidade de defeitos.
  • A combinação das ferramentas do Lean com (foco na redução de desperdícios e aumento de velocidade) com as do Six Sigma (ênfase, na redução da variabilidade e acurácia), faz do Lean Six Sigma uma alavanca de gestão inconteste. Porém, exige disciplina.

Se você quiser saber mais sobre essa metodologia que irá garantir entre outros benefícios, a excelência operacional na sua empresa, leia o nosso artigo Gestão de Dados no Lean Six Sigma

Tomar Decisão baseado nas Informações

Após a coleta, análise e transformação de dados em informações, é o momento de você avaliar o que é importante para a sua decisão. Questione: como essas informações afetarão o sucesso ou o fracasso do seu negócio? De qual forma esses dados possibilitam o seu negócio a chegar naquilo que é considerado o “estado da arte” das suas atividades, ou pelo menos muito à frente da concorrência, sim ou não?    Esse é o mote da busca pela excelência operacional!

A transformação de dados em informações possibilita o alcance daquilo que o “pai da administração moderna”, afirmou:

“A empresa que conseguir vender o produto / serviço certo, para o cliente correto, com a distribuição adequada, por um preço ajustado e no momento ideal, verá seus esforços de venda reduzirem-se a quase zero, ou seja, a venda tornar-se-á automática em função de a demanda ter sido corretamente equacionada e trabalhada.”

Peter Ferdinand Drucker

Eis ai, algo que há muito está presente em nosso dia a dia e nem sempre é aproveitado…., uma grande oportunidade sendo desperdiçada, pense a respeito!

 

Edição – Juliana Rodrigues Xavier

Conquiste a
Excelência Operacional

E-book:
O Be-a-Bá do Lean Six Sigma

BAIXE AGORA