Agropecuária em alta em 2020

Perspectivas da agropecuária: motor para o PIB

A produção agropecuária sem dúvida tem sido o motor da economia brasileira nos últimos anos. Em 2020, espera-se ainda mais destaque para o setor. A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) estima que o valor bruto da produção (VBP) da agropecuária deverá apresentar crescimento de 9,8% no ano.

Entre os resultados esperados para o setor neste ano, destaque para a pecuária, com previsão de crescimento de 14,1%. Isso se deve, sobretudo, à demanda internacional. Pela primeira vez, em 2019, as exportações chegaram a 25% da produção nacional de carne bovina. A China se tornou o principal destino da carne bovina nacional (24,5%).

Paralelamente, as exportações brasileiras de carne suína para os países afetados pela Peste Suína Africana devem aumentar 20% em relação a 2019. Em contrapartida, se o clima ajudar, seremos o maior produtor mundial de soja no ano, com 125 milhões de toneladas. Dessa forma, a expectativa é de que o Produto Interno Bruno (PIB) brasileiro cresça de 2% a 2,5% em 2020. Alguns analistas chegam a apostar em 3%.

Agropecuária em alta em 2020
Fonte: CNA.

A tecnologia na agropecuária

Por outro lado, esse desenvolvimento não será sustentável se o produtor brasileiro não investir em tecnologia. Segundo Marcos Fava Neves, especialista em agronegócio e professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP, o Brasil precisa fazer “uma revolução da digitalização, da tecnologia, permitindo a gestão da lavoura por metro quadrado com todos os dados”. De fato, é isso que temos tratado aqui no Excelência em Pauta: o futuro da agropecuária está na tecnologia.

As notícias vêm das mais diversas frentes. No Japão, por exemplo, já estão em funcionamento mais de 200 “fábricas” de alface. São edifícios localizados dentro das cidades onde são produzidas as hortaliças, com luz artificial. Além disso, em muitas delas o manejo é automatizado, com sistemas computadorizados. Apesar de apresentar maior consumo de energia, a produtividade por metro quadrado é mais alta e o consumo de água mais sustentável.

Cientistas holandeses já estão produzindo drones capazes de trabalhar na polinização de cultivos. Com as mudanças climáticas, o risco de colapso na população de abelhas vem se tornando uma ameaça significativa. Assim, as abelhas robóticas podem ser a salvação para a manutenção dos cultivos. A estimativa é de que mais de 90% das plantas com flores dependem de polinizadores animais. No Brasil, 87% desses polinizadores são abelhas.

Agropecuária em alta em 2020

Perspectivas da agropecuária em 2020

Os resultados também chegam por melhorias na gestão de dados. Foi a medida utilizada na Roncador, uma das principais fazendas de gado e soja do Brasil, localizada no Mato Grosso. Integrada com o plantio de soja, a pecuária foi intensificada a fim de melhorar a produtividade. Dessa maneira, a produção de alimentos aumentou em 40 vezes em uma década. A melhor parte é que nenhuma árvore foi derrubada. Ao mesmo tempo em que 23% das emissões de gases-estufa no mundo são provenientes da agropecuária e do desmatamento, a Roncador, com sua mudança de processo, neutraliza as emissões anuais de 51 mil carros. E esse resultado, que além de lucrativo é sustentável, foi alcançado a partir da análise de dados do negócio.

Pois é justamente o Mato Grosso que será responsável por mais de um quarto da soja produzida pelo país em 2020 (26,9%). Ainda mais: o crescimento será intensificado, uma vez que o aumento esperado na produção é de 7,8%, enquanto a área plantada só terá aumento de 2,2%.

Nossa safra total de grãos deve chegar a 246,6 milhões de toneladas, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Também tem destaque o ramo sucroalcooleiro, em razão da produção de açúcar e etanol. Os biocombustíveis voltaram a ganhar atenção internacional, e isso pode ser bom para o Brasil. O crescimento na agropecuária também tem impacto nas cidades. Com efeito, os melhores resultados do campo proporcionam crescimento econômico e avanços na taxa de emprego. Como resultado, auxiliam no desenvolvimento do país. Nada mal para o setor agropecuário, que representa hoje 25% do PIB brasileiro.

Para saber mais sobre excelência operacional e sua aplicação no agronegócio, fale com a gente! E siga nossos posts no Facebook.

Edição: Svendla Chaves – jornalista

Imagens: João Marcelo Marques/Unsplash e CNA

Conquiste a
Excelência Operacional

E-book:
Tecnologia no Agronegócio

BAIXE AGORA