Agronegócio: quanto de tecnologia há em um grão de soja?

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Tempo de leitura: 3 minutos

As exportações do complexo soja cresceram 2,59% em volume e 16,6% em receita em março, em relação ao mesmo mês de 2016. É inquestionável: de grão em grão a galinha enche o papo. Mas quanto há de tecnologia por traz dos grãos de soja que alimentam a criação pecuária? Desse milho que abastece a avicultura citada no provérbio? Da semente à armazenagem, a tecnologia está no agronegócio e em toda a cadeia logística que o apoia.

Com rastreabilidade e certificação de origem, nossos grãos são muito mais do que mostram à primeira vista. A tecnologia no agronegócio possibilita o aumento do teor vitamínico dos vegetais, do rendimento dos grãos, da produtividade em geral. Também pode ajudar no enfrentamento de pragas e doenças e na redução dos efeitos das mudanças climáticas.

O fato é que, com o crescimento exponencial da população, precisamos de mais e mais alimentos. Também estamos vivendo por mais tempo, e esse processo carece de insumos para a indústria da saúde. As áreas de plantio no planeta são limitadas – ainda mais com nosso acelerado processo de urbanização. Para suprir essa demanda, é necessário investir em tecnologia.

Agronegócio com precisão

A tecnologia de ponta nasceu nos laboratórios das gigantes multinacionais e floresceu nos campos dos grandes produtores. Fator crítico para o agronegócio, agora se expande para pequenos e médios agricultores. É fundamental para a competitividade, pois os auxilia na constante busca pela eficiência, no “fazer mais com menos”.

No agronegócio, esses aspectos envolvem estudos de clima, solo, georreferenciamento, biogenética, gestão de água e energia, entre outros. Depois da expansão a partir de conhecimentos tradicionais, hoje é a ciência que oportuniza sua profissionalização. É a chamada agricultura de precisão, que conta com monitoramento em tempo real por sensores, drones e satélites, cruzando informações de clima por meio de recursos que nasceram em outras indústrias, como o Big Data e a Internet das Coisas. A mineração de dados tem grande papel nesse upgrade do setor.

O investimento em tecnologia vem fazendo a diferença nas safras de produtores de norte a sul do Brasil. E muitas soluções vêm dos laboratórios, principalmente via meio acadêmico, e dos escritórios, por meio das agritechs. Equipamento desenvolvido inicialmente na Universidade de Lavras, o GroundEye, por exemplo, usa captação de imagens para classificar grãos e sementes. Informações de germinação, crescimento, uniformidade e vigor identificam grãos fora de padrão.

Gestão de excelência

A tecnologia de gestão também evita desperdícios, melhora a capacidade de entrega e oferece mais eficiência ao setor. Práticas de gerenciamento de projetos, por exemplo, são totalmente adaptáveis ao agronegócio. Padronizando processos, garantem a efetividade das ações implementadas.

Outra metodologia de excelência operacional com cases de sucesso no agronegócio é o Lean. Criado na indústria, o Lean Thinking (ou “pensamento enxuto”) ajuda a aumentar a produtividade e reduzir custos. Mas, para obter essas vitórias, é preciso investir na adequação da cultura institucional à lógica Lean. As ferramentas são de fácil manejo – se estiverem atreladas ao compromisso da alta direção.

Medidas simples, se bem planejadas e executadas, podem obter grandes resultados. É caso da Dinamarca, que está se destacando na economia de alimentos. Empresas e governo abraçaram a campanha de uma ativista, reduzindo em 25% o desperdício de comida em cinco anos. A disrupção, nesse caso, foi via tecnologia de gestão, a serviço da estratégia comercial e, claro, da sustentabilidade.

Além de ter iniciativa, para alavancar o uso da tecnologia é preciso estar bem preparado. Como você quer estar posicionado no mercado? Como se antecipa aos obstáculos? Como gerencia a distribuição? Existem ações e ferramentas que são de rápida implementação e garantem a Excelência Operacional. São instrumentos básicos, de fácil manejo… Esse é o grande lance!

Você sabe o que é APL Digital? Aguarde, novidades estão por vir e você pode ser o primeiro a saber. Assine a nossa newsletter!

Quer implementar tecnologia de gestão e alcançar a Excelência Operacional no agronegócio? Fale com a gente e siga nossos posts no Facebook.

Edição: Svendla Chaves – jornalista

Imagens: Charles Ricardo/Pixabay

About Otávio Monsanto de Paula

Profissional de Excelência Operacional e Business Intelligence! Blog: Excelência em Pauta.com.br
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Internet das Coisas e agronegócio - Excelência em Pauta Recent comment authors
newest oldest most voted
trackback

[…] cresceu e a ciência evoluiu, demandando da natureza muito mais matéria-prima. É aí que a tecnologia vem para maximizar a produção, tanto em quantidade quanto em qualidade. É aí também que a Internet das Coisas (IoT, do inglês Internet of Things) mostra um de seus […]