Desperdício é perda de lucratividade!

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Tempo de leitura: 4 minutos

É uma obviedade dizer que devemos combater o desperdício nos processos produtivos, bem como em qualquer atividade da vida cotidiana. Menos óbvia, no entanto, é a maneira como encaramos os desperdícios. Mais do que simples gastos, eles são devoradores de lucro. Nos atingem duplamente: ao diminuir nossas margens pelo aumento de custos e ao dilapidar recursos que poderiam aumentar a produtividade.

Um dos mestres da Toyota e precursores do Lean, Shigeo Shingo, definiu desperdício como qualquer elemento que consome tempo e recursos sem agregar valor ao serviço. Ou seja, aquilo que está no processo, mas pode ser “enxugado” sem dano ao produto final. O sonho de todo o empreendedor é ter sua máquina funcionando com desperdício zero. Mas como alcançar esse objetivo?

Vale aqui apontar a diferença entre desperdício e perda. Se o primeiro está relacionado àquilo que vai para o lixo antes de finalizado o processo, a segunda diz respeito ao que se perde depois de produzir. Ambos são aniquiladores de lucro e devem ser suprimidos – mas as táticas de combate são diferentes. Na redução de perdas, o Lean Six Sigma é excelente aliado.

Já para atacar o desperdício, metodologias como o Just In Time e o 5S são bastante eficazes. A seguir listamos algumas dicas de como evitar o dispêndio de recursos no seu dia a dia.

Conheça seus processos

Essa medida é fundamental para vários fins e imprescindível para conter desperdícios. Quais são os recursos essenciais para a produção? Em que pontos há perdas? Quais materiais poderiam ser mais bem utilizados? O que está sobrando?

O mapeamento dos processos pode indicar pontos de desperdício, mas é preciso um olhar ainda mais apurado aos detalhes do chão de fábrica. Conhecer profundamente as práticas cotidianas é o melhor caminho para descobrir como elas podem ser melhoradas. Em organizações de maior porte, é preciso que todas as lideranças estejam atentas.

O desperdício vai para o lixo

Quais são os resíduos de sua empresa? Como eles são tratados? O que pode ser encontrado na lata de lixo? Quanto desse material pode ser mais bem utilizado ou reaproveitado em outros processos?

Prestar atenção ao que vai para o bueiro pode ser uma das formas mais eficientes de detectar desperdício. Podem ser insumos ou recursos administrativos, água ou mesmo rejeitos. Em alguns países, o que antes era lixo agora vale dinheiro. Muitas empresas passaram a usar o que sobrava ao final da produção para gerar energia.

O desperdício que está indo para o lixo pode ser usado

Desperdício de vida

Todas as tarefas de seus funcionários agregam valor ao negócio? Quais atividades poderiam deixar de existir sem que houvesse prejuízo? O tempo dedicado a cada ação é proporcional à sua importância para a entrega final?

Todo mundo sabe que tempo é dinheiro. Difícil é quantificar quanto tempo é gasto de forma desnecessária em nossas empresas. Projetos que não são concluídos, atividades que não trazem valor, novidades que demandam grandes esforços, mas que ao fim não são consolidadas. Tempo também é vida: são pessoas desperdiçando sua energia em práticas muitas vezes inúteis.

Saiba o que o cliente quer

O produto é utilizado de forma completa pelos consumidores? O estoque da empresa é adequado à demanda? O call center atende às necessidades dos clientes?

Pode ser apenas um detalhe do produto que está “sobrando”: é custo desnecessário, é desperdício. O mesmo vale para a compra excessiva de materiais, descolada da demanda. Nessas horas, é preciso acionar a metodologia Just In Time, totalmente alinhada a tempos de crise. E não se fixe apenas nos materiais. É surpreendente o tempo gasto pelos call centers com clientes que não dão lucro. Em todos os casos, a chave é focar no que agrega valor.

Aceite o olhar alheio

Sua empresa escuta os novos funcionários? Tem o hábito de receber visitantes na produção? Utiliza consultores externos? Dá atenção aos questionamentos e procura revisar suas práticas a partir deles?

A pergunta “por que isso é feito desse modo?” é uma grande aliada do combate ao desperdício. Esse tipo de questionamento em geral é feito por quem não faz parte do processo, quem não o concebeu. O desperdício mora naquela velha máxima do “aqui sempre fizemos assim”. Dê abertura aos questionamentos e reflita antes de reagir de forma defensiva.

Desperdícios em projetos

O tempo aplicado em planejamento é adequado? Quantas reuniões poderiam ser evitadas e resolvidas em conversas rápidas pelo comunicador? Os projetos são gerenciados de forma simples e objetiva? Os documentos primam pela concisão? A comunicação funciona?

Não adianta dedica um período longo de organização e planejamento se essas atividades não estiverem embasadas em informações confiáveis. O desperdício também se caracteriza quando investimos muito em projetos que apresentam falhas em sua estrutura. “Achismos”, disputas e documentação inadequada podem desperdiçar recursos de todos os tipos.

Faça do desperdício um inimigo de todos

Seus colaboradores estão atentos ao desperdício? Combatê-lo faz parte da cultura da empresa? Os líderes priorizam esse tema?

Um vazamento na torneira pode ocasionar a perda de 10 mil litros de água por ano. E dificilmente um CEO vai poder revisar torneira por torneira, certo? Assim, é essencial que a eliminação do desperdício faça parte da cultura da empresa, pois é na atenção aos detalhes que podem ser encontrados os pontos de avanço. Programas de melhoria, que incentivam a criatividade dos colaboradores, são úteis para estimular essa cultura.

O Excelência em Pauta ajuda a sua empresa a estabelecer processos eficientes e a eliminar o desperdício, aumentando a lucratividade. Fale com a gente e siga nossos posts no Facebook.

Edição: Svendla Chaves – jornalista

Imagens: Tookapic/Pixabay

Conquiste a
Excelência Operacional

E-book:
Excelência Operacional

BAIXE AGORA

About Otávio Monsanto de Paula

Profissional de Excelência Operacional e Business Intelligence! Blog: Excelência em Pauta.com.br
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Deixe um comentário

1 Comentário em "Desperdício é perda de lucratividade!"

avatar
newest oldest most voted
trackback

[…] Redução de desperdícios em diversos níveis, seja em insumos, tempo ou produção […]